Energia solar em imóveis populares: uma oportunidade para construtoras

Energia solar em imóveis populares: uma oportunidade para construtoras

A energia solar em imóveis populares é uma oportunidade de negócio em franca expansão no país. Estimulada pelo índice de insolação elevadíssimo em todo território nacional, que já coloca o Brasil em 30º lugar entre os 195 países do mundo que possuem mais de 1GW de fonte de energia solar, a energia fotovoltaica representa um tremendo potencial de negócios para o segmento imobiliário no país.

Como fonte de energia renovável, limpa, de baixo impacto ambiental e que não oferece riscos de desabastecimento, o sistema fotovoltaico (SFV) tem cada vez mais despertado o interesse dos consumidores residenciais, atribuindo um forte apelo comercial aos empreendimentos que incluem essa tecnologia.

Entenda como a energia solar em imóveis populares é uma oportunidade para construtoras e outros players do mercado imobiliário, e acompanhe essa tendência.

Mercado de Energia Fotovoltaica no Brasil

Graças ao seu imenso potencial gerador de energia solar e diante das recentes crises no setor elétrico do país, somada ao reajuste frequente das tarifas na conta de energia nos últimos anos, o segmento de energia solar vem crescendo vertiginosamente no Brasil.

Conheça alguns dados desse mercado, divulgados pela Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), Ministério de Minas e Energia (MME) e Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), até o primeiro bimestre de 2018:

  • Tamanho: 20.897 sistemas fotovoltaicos instalados;
  • Capacidade: 1 gigawatt (GW) de potência instalada;
  • Crescimento: acima de 300% ao ano, desde 2014;
  • Tipo: 84% são sistemas residenciais.

Iniciativas públicas para energia solar em imóveis populares

Desde a criação do sistema de compensação de energia, a partir da Resolução 482 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o sistema de energia fotovoltaico está regulamentado no país.

No entanto, só mais recentemente é que surgiram iniciativas públicas capazes de realmente estimular este mercado, viabilizando o uso de energia solar em imóveis populares.

Desde 2016, a Caixa Econômica Federal (CEF) passou a financiar sistemas fotovoltaicos residenciais, em até 20 anos, por meio do cartão Construcard. E, em 2018, o Banco do Brasil começou a oferecer financiamento de sistemas solares fotovoltaicos em áreas urbanas, para pessoas físicas e jurídicas.

Além destas duas instituições financeiras que atuam em todo território nacional, outros bancos e programas públicos também já oferecem linhas de crédito que facilitam o acesso a esse tipo de tecnologia na construção civil comercial e residencial, em alguns Estados do país.

Como maior prova do que ainda está por vir em geração de negócios nesse segmento, desde 2017 o Brasil passou a integrar a Agência Internacional de Energia (AIE), que tem a missão de desenvolver energias renováveis e reduzir a emissão de gases de efeito estufa no mundo todo.

Alinhado a esse movimento, atualmente, está em tramitação no Senado o PLS 224/2015, que trata da instalação de energia solar em imóveis populares do Programa Minha Casa, Minha Vida, em todo território nacional.
Iniciativas privadas para energia solar fotovoltaica
Assim como os bancos públicos, várias instituições financeiras privadas já oferecem linhas de crédito para financiamento de sistemas fotovoltaicos.

Seguindo a tendência da popularização dessa tecnologia e focando no interesse crescente da população em reduzir os gastos com a conta de energia, grandes construtoras, como a MRV e Bild já investem em painéis de células fotovoltaicas para colocar energia solar em imóveis populares, reduzindo em até 80% a conta de energia do condomínio nesses empreendimentos.

Comportamento do novo consumidor

O consumidor atual, melhor informado e mais exigente, vem buscando o equilíbrio entre a sua satisfação pessoal e a sustentabilidade, valorizando inovações tecnológicas sustentáveis, inclusive nos empreendimentos imobiliários.

Pesquisas feitas pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) apontam que o consumidor brasileiro está disposto a pagar mais por produtos que promovam o consumo consciente na construção civil e que lhe tragam benefícios financeiros, como painéis solares para geração de energia, sistemas para racionalização de água e energia, entre outros.

Esse cenário coloca a sustentabilidade como uma enorme vantagem competitiva no mercado imobiliário e a inclusão de energia solar em imóveis populares como um gigantesco mercado pronto para ser atendido.

Mercado Imobiliário nacional

Felizmente, o segmento da construção civil já começou a se movimentar diante da recuperação do mercado imobiliário no país.

Em 2017, a ampliação do crédito imobiliário, com recursos para o financiamento de imóveis com juros mais baixos, em conjunto com o aumento das faixas de renda do Programa Minha Casa Minha Vida, alavancou o desempenho das incorporadoras e construtoras que oferecem empreendimentos populares no país, como a Direcional, a MRV e a Tenda.

Considerando que as perspectivas para o mercado imobiliário ainda são positivas, a possibilidades de negócios na Construção Civil são animadoras.

Aproveitar o cenário atual e as preferências do consumidor para explorar o potencial do mercado imobiliário, utilizando um recurso natural e abundante, em um dos países com mais incidência de luz solar do mundo é, sem dúvida, uma excelente oportunidade para as construtoras no Brasil.

O sistema de energia solar fotovoltaica já não é futuro e, certamente, quem não começar a acompanhar essa tendência vai ficar para trás. A hora é agora.

Gostou desse artigo sobre o uso de energia solar em imóveis populares e como esse segmento é uma oportunidade para construtoras? Compartilhe esse post nas redes sociais e ajude outras pessoas a entenderem um pouco mais sobre essa revolução que está começando.

Natália Müller
Natália Müller

Analista de Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAIBA MAIS SOBRE
ENERGIA SOLAR

Receba nossos e-mails com conteúdo sobre energia solar.